-Поиск по дневнику

Поиск сообщений в mariavalentina67

 -Подписка по e-mail

 

 -Статистика

Статистика LiveInternet.ru: показано количество хитов и посетителей
Создан: 30.06.2018
Записей:
Комментариев:
Написано: 347



Se No Brasil “tudo Acaba Em Pizza”… Burger King Lança O Pizza Burger

Четверг, 18 Апреля 2019 г. 10:24 + в цитатник

Startup Se Destaca Com Plataforma De Automação Pro Instagram


Nós viemos aqui pra ingerir ou para conversar? Há leitores que reclamam que se fala muito de vinho por este espaço, no entanto há poucas sugestões de rótulos. Para atender esta procura de menos papo e mais garrafa aberta o Blog do Vinho estreia a seção ViG (Vinho indicado pelo Gerosa, este que vos escreve). A Importância Do Marketing Digital Para O Crescimento Das Empresas de alternativa é uma mistura de curadoria e rede social: uma seleção dos vinhos que provo socialmente, ou avalio em degustações, e que indicaria pros meus amigos numa conversa informal, no facebook, no twitter. Para a primeira lista dos ViG, selecionei nove rótulos nacionais que provei recentemente e que merecem visitar a sua taça. Por que começar os ViG pelos rótulos nacionais?


Eu bebo a todo o momento vinho nacional. E assim como acontece com vinhos de outros países, há os excelentes (mais raros), os bons, os médios e os fracos. Eu bebo rótulos nacionais, enfim, por que vivo no Brasil, adoro de vinho e mais ainda de variar - contudo não por ideologia. Aqui no Website do Vinho o artefato nacional é tratado como um fermentado de uva entre tantos outros. Sem desfraldar a bandeira e vários menos com preconceito. A qualificação do vinho brasileiro, aliás, foi impulsionada na decisão do próprios produtores de aprimorar o vinho fino e brigar de frente com a concorrência dos importados.



Toda gente ganha com isso. Sim, os espumantes nacionais, especialmente, do Vale dos Vinhedos, já ganharam diversas medalhas nos concursos mundiais. Sim, nossa geração tem uma particularidade constante e um valor acessível se comparado a espumantes e champanhes importados. Não, os espumantes indicados nesse lugar não são os mais conhecidos.


  • Consultor Cloud Computing
  • um - Funções técnicas
  • Serviços de cabeleireiro
  • Controle e processos industriais
  • EDUCAUSE (2011) - 7 Things You Should Know About Open Textbook Publishing

Este espumante da Residência Valduga é elaborado com as uvas chardonnay e pinot noir pelo mecanismo champenoise (ou usual), aquele que a segunda fermentação acontece pela garrafa. Daí que este jeito de fazer espumante, Seria A Web A Salvação Pra Recessão Econômica? é o original, aporta mais sabor, elegância, cremosidade, borbulhas mais finas e consistentes e aquele aroma meio de pão torrado, de frutas secas e uma acidez que enche a boca. Um espumante verde-amarelo de categoria. Um dos melhores que temos no povo. Ah, e a garrafa é muito charmosa. A Dom Giovanni não é uma vinícola muito conhecida, fica na região de Pinto Bandeira, vizinha ao Vale dos Vinhedos, localidade de montanhas que está recebendo a Indicação de Procedência para seus rótulos.


Esse espumante, de série especial, bem como é criado com as cepas francesas tradicionais do champanhe, a chardonnay e a pinot noir. A subsidiária brasileira da Maison Moêt & Chandon fincou raízes em Garibaldi, no Rio Grande do Sul, em 1973. De lá pra cá tornou-se sinônimo de espumante fino e de volume. Todos seus rótulos são elaborados pelo jeito charmat - segunda fermentação em toneis de alumínio -, visto que a filosofia do grupo está mais baseada pela peculiaridade do vinho-apoio.


O Excellence Brut exibia até 2010 o troféu solitário de top de linha da corporação. E dez Vinhos Pra Tornar O Inverno Mais Quente o rosé da linha Excellence foi finalmente lançado (a primeira leva teve somente 5.000 garrafas produzidas) e nos dias de hoje é, de distanciado, o espumante rosé mais apurado, chique, complexo e saboroso no mercado.


A pinot noir predomina (74%), entretanto a chardonnay (26%) também participa da festividade. Tem volume, disposição longa, aromas frutados de morangos e toques de torrefação que amarrados a uma ótimo acidez convidam a um novo gole. Como nem sequer tudo é genial, também é um dos espumantes mais caros do povo. Tinto é o vinho de preferência do consumidor brasileiro e mundial.


E nesse lugar a geração nacional assim como vem evoluindo ano a ano. Se pela Argentina brilha a malbec, no Chile a carmenère e no Uruguai a tannat, qual a uva tinta que representa o Brasil? Há quem aposte na merlot, outros na revalorização da cabernet franc, que de imediato dominou nossos vinhedos no passado. O curioso é que a cabernet sauvignon, menos argumentada, é uva presente nos vinhos topo de linha das principais vinícolas.





 

Добавить комментарий:
Текст комментария: смайлики

Проверка орфографии: (найти ошибки)

Прикрепить картинку:

 Переводить URL в ссылку
 Подписаться на комментарии
 Подписать картинку